Ceará x Flamengo

noticias de Ceará x Flamengo

Ceará x Flamengo - Campeonato Brasileiro - 14/05/2022

Ceará e Flamengo abrem a sexta rodada do Campeonato Brasileiro às 16h30 (de Brasília) deste sábado, no Castelão, em Fortaleza. As equipes estão na parte de baixo da tabela. Os rubro-negros estão na 15ª colocação, com cinco pontos, dois a mais do que o Vozão, 17º.
Na última quarta-feira, o Ceará confirmou vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil com nova vitória por 2 a 0 sobre o Tombense. Na Sul-Americana, tem 100% de aproveitamento em quatro jogos. No Brasileiro, porém, vem de três derrotas consecutivas.
No mesmo dia, o Flamengo também avançou na Copa do Brasil e com os mesmos 2 a 0 sobre o modesto Altos. Apesar do bom resultado, o clima é de intensa pressão na Gávea. Rodolfo Landim e seus pares têm sido criticados pelo desempenho do time, mas também por decisão impopular que limitou o número de associados off-Rio, o que provocou protestos nas partidas e nas redes sociais.
Na chegada a Fortaleza, aliás, Landim, que não estava com a delegação, foi muito xingado. Marcos Braz foi recebido com vaias e pipoca.

Dorival Júnior tem muitos titulares no departamento médico. Além disso, perdeu Rodrigo Lindoso, suspenso. Por outro lado, Vina foi julgado por expulsão diante do Palmeiras, absolvido e pode enfrentar o Flamengo.

Provável escalação: João Ricardo; Michel, Messias, Lacerda, Bruno Pacheco; Lucas Ribeiro, Geovane, Vina; Cléber, Lima (Erick), Mendoza.

Pressionado dentro e fora de campo, o Flamengo tem boas notícias para encarar o Ceará. Poupados contra o Altos, Bruno Henrique, Everton Ribeiro e Arrascaeta (que entrou no segundo tempo) estão de volta. Thiago Maia é o desfalque de última hora. Foi liberado para sepultar o avô Raimundo Nonato em Roraima.
Outra novidade positiva é a condição física de Rodrigo Caio, que jogou 45 minutos contra o Altos com desenvoltura, participando de divididas e do jogo aéreo sem limitações.

Provável escalação: Hugo, Pablo, David Luiz e Ayrton Lucas (Léo Pereira); Matheuzinho (Isla), Willian Arão, João Gomes e Bruno Henrique; Arrascaeta e Everton Ribeiro; Gabigol.